9 dicas de sucesso para sua startup decolar

19 jun 9 dicas de sucesso para sua startup decolar

Conselhos que vão te ajudar à amadurecer sua ideia de negócio e fazer de sua startup um sucesso

Começar seu próprio negócio definitivamente não é uma tarefa das mais simples, além de ser imprescindível que você faça pesquisas de mercado, buscar conhecer seu público-alvo, monitorar sua concorrência (e ela sempre existe, não se engane), ter definido muito bem qual o seu “core business”, aspirantes à serem empreendedores ainda tem de lidar com todas as exigências burocráticas, encargos, impostos, contratação, ter um bom contador, etc.

Para que isso tudo dê certo você precisa se dedicar muito no seu planejamento para fazer a coisa acontecer, ainda mais num mercado como o do Brasil. Startups tem aparecido como pop-ups e tem sido bem sucedidas com excelentes ideias. Aqui, nós da Agilizeware, vamos te dar algumas dicas para não falhar e ter um sucesso tremendo com sua ideia. É hora de tira-la do papel, vamos lá?

Sua Startup precisa ser bem pensada para que você possa ser ter sucesso

1-Para ter sucesso com sua startup, você precisa criticar sua própria ideia

Então você teve uma ideia incrível de negócio para uma Startup, você precisa estar preparado para colocá-la à prova. É muito importante que o empreendedor tente entender se a ideia é consistente o suficiente, se existe um mercado para isso e se as pessoas estão dispostas a pagar por aquela ideia incrível. Mas como faço isso? Converse com o máximo de pessoas possíveis e coloque-se no lugar do seu possível cliente, faça o possível para imaginar como ele se comportaria usando o seu produto e tente identificar se aquela solução vai realmente facilitar a vida dele. Crie um  MVP (Minimum Viable Product), que em português significa “Produto Mínimo Viável”, onde você tem a possibilidade de errar de forma rápida, assim podendo corrigir e melhorar logo o seu produto/serviço, uma excelente prática onde o “Menos é Mais” e vai ajudar muito na fase de validação da sua Startup.

2- Ser flexível e, ao mesmo tempo, persistente. Não desista!

Quando você critica a sua própria ideia, você possivelmente vai precisar fazer ajustes para que ela amadureça bem. Então, não se apegue muito à ideia inicial. Você deve consultar as pessoas e, a partir dos feedbacks que receber, vai precisar adaptar seu produto. Sendo assim, você não pode ter aquele apego muito forte ao seu negócio. Contudo, ao mesmo tempo em que o empreendedor deve ter flexibilidade, ele também precisa ter uma persistência – e muita. Se perceber que sua ideia não é tão boa assim, não é necessário desistir. Quem empreende precisa ser resiliente, ter garra para dar continuidade.

3-Conheça bem suas limitações

Evite tentar colocar sua ideia de Startup em prática sozinho. Quando você tem uma ideia, deve pensar: Quem vai fazer isso comigo? Esse é um passo importante: buscar pessoas que te complementem, ou seja, que tenham habilidades que você não tem. Outra coisa: essas pessoas precisam estar engajadas com o projeto e devem ser valorizadas, além de bem remuneradas. Sua equipe precisa estar jogando junto, precisa querer fazer acontecer, por isso é importante valorizar os profissionais que irão te acompanhar nessa jornada. Isso é importante para não haver uma rotatividade muito grande e você poder contar com quem está ao seu lado, pois essa pessoa irá saber que é valorizada.

É necessário paciência para sua Startup crescer

4 – Resolva os problemas da sua Startup como se fossem seus

A incrível máxima: “Trate os outros como gostaria de ser tratado”, vale sim para os negócios. Para ter sucesso com a sua Startup, você precisa “resolver o problema dos outros da mesma forma que gostaria que resolvessem os seus”. Essa máxima tem norteado todas as ações da empresa Ecommet, e com isso conseguiram ótimos resultados. Quando o patrão se coloca no lugar do cliente e vê como gostaria que aquilo fosse feito. Um conhecimento avançado do seu produto e do seu público é o que resume esse princípio. Não faça simplesmente o que o mercado está fazendo, faça de coração e como o público gostaria que fosse feito.

5 – Nunca esqueça: mantenha o foco!

É imprescindível focar sua energia no seu produto inicial. Essa é uma das chaves para não se perder no começo da sua Startup. É normal que no início, você tem pouco recurso, poucos clientes e pouco nome no mercado. Se começar a atirar para todos os lados, isso será muito prejudicial. É melhor focar e uma ou duas coisas que você faz melhor, recomendam especialistas. Mas isso não significa que você não poderá diversificar seus produtos no futuro. Quando sua Startup estiver mais desenvolvida, com mais clientes e mais nome no mercado, você pode (e deve) começar a ir para outros produtos.

6 – Valorize os talentos que te rodeiam

Empresários de sucesso contam que, no início, suas Startups não tinham dinheiro para valorizar os bons profissionais com aumento salarial. Assim, é necessário buscar outras formas de reter esses talentos junto com você. Ofereça um ambiente de trabalho super agradável, com videogame e sala de jogos, trate-os bem, busque entender as qualidades deles, além de entender sim, suas limitações: busque cultivar o melhor deles, pois assim você terá resultados incríveis. Em sua jornada, você vai encontrar pessoas ruins, pessoas medianas, e algumas muito boas. Essas precisam ser valorizadas, seja com dinheiro, seja com um ambiente favorável para trabalharem. Cultive os talentos que rodeiam e assim poderá colher frutos incríveis.

7 – Faça o possível para controlar suas contas com muito rigor

Todo início de uma Startup costuma ser um tempo de vacas bem magras. Assim sendo, para fazer com que sua empresa sobreviva, a dica é simples e clara: economize ao máximo. Verifique a necessidade de cada gasto e, se necessário, dispense serviços que considerar supérfluos. Pois se você não pode contratar uma faxineira, peça a colaboração da equipe para manter o local de trabalho limpo, sugerem especialistas no mercado. Além de economizar, é preciso saber separar as suas contas pessoais das contas da empresa. Que é muito comum acontecer com os donos de um negócio: eles tiram dinheiro da empresa para gastos pessoais. E se o custo de vida acaba por aumentar, fazendo com que muitas vezes ele tenha que tirar mais dinheiro. Isso é muito ruim para a sua empresa.

Valorize os talentos que te rodeiam pois, com toda a certeza, eles vão ajudar sua Startup a crescer. Um funcionário bem pago é um funcionário feliz.

8 – Se torne conhecido no meio

É um fato consumado há muito tempo: investir em marketing e comunicação é fundamental. E para Startups em início de carreira, as redes sociais e mídias digitais podem ser um excelente caminho para estar presente no mundo digital, já que são mais baratas do que as mídias tradicionais. De que adianta você criar um produto fantástico e as pessoas não saberem que ele existe? Então é preciso divulgar, comunicar, as pessoas precisam te achar!

9 – Quer ver a cor do dinheiro? Mostre resultados!

Após amadurecer bem a sua ideia e conseguir andar com as próprias pernas por um tempo, pode ser o momento de buscar investimento fora. Mas como fazer isso? Mostrando resultados. De nada adianta apresentar um conceito para o investidor brasileiro, ele não está acostumado, não é algo de sua tradição. Qualquer investidor quer saber como o dinheiro dele vai render ali, ele precisa visualizar que aquele valor pode ser multiplicado.

Pensando em iniciar sua Startup e quer saber como inseri-la no mercado digital? Traga sua incrível ideia digital para a Agilizeware que nós iremos te inserir na era Digital, pois aqui temos os especialistas que sabem muito bem a receita do sucesso em projetos de tecnologia digital.

Posts relacionados

Pin It on Pinterest

Share This